• Tetra

Como gerenciar Materiais Termoplásticos: Identificação, Reciclagem e Reutilização

Os polímeros estão por toda parte e suas aplicações são muito importantes no mercado. Garrafa PET, chinelos, copos descartáveis, sacolas de supermercado, são alguns dos exemplos de polímeros. Com toda a variedade de materiais, existem algumas classificações entre os polímeros e vamos focar na classe dos termoplásticos.


Os termoplásticos são materiais que em temperatura ambiente ou em baixas temperaturas eles apresentam a forma sólida, e ao serem submetidos a altas temperaturas, eles entram no processo de fusão, tornando-se líquidos. O material termoplástico pode ser submetido a esse processo diversas vezes, sendo um material facilmente reciclado, por ter a facilidade de ser remodelado. Alguns exemplos de termoplásticos que encontramos em nosso dia a dia são os Polipropileno (encontrado em algumas cadeiras), Polietileno (encontrado em garrafas PET), acrílico e Policloreto (PVC).



Identificação dos termoplásticos


Os termoplásticos possuem muitas variações no mercado e podem identificadas por símbolos universais que classificam cada polímero por sua espécie com o intuito de facilitar a reciclagem dos mesmos. Os 7 símbolos utilizados são:

Fonte: Mais Polímeros.


1. PET (Polietileno Tereftalato): encontrado em garrafas plásticas de refrigerantes e alimentos, embalagens médicas e cosméticos, sendo um material de aspecto transparente, leve, impermeável e inquebrável. É produzido a partir do petróleo ou de fontes renováveis e sua reciclagem é uma das mais comuns em relação à outros polímeros, mas é inviabilizada quando a composição dele engloba fibras de algodão ou outros composto adicionais. Algumas empresas que reciclam o PET são das áreas têxtil, de produção de tubos, construção civil, decoração, entre outros;


2. PEAD (Polietileno de Alta Densidade): encontrado em engradados para bebidas, garrafas de álcool e produtos químicos, tanques de combustível, tubos de líquidos e gás, tambores, com aspecto inquebrável, resistente a baixas temperaturas, leve, impermeável, rígido e com resistência química. Sua produção é feito a partir do petróleo mas também por fontes vegetais. Algumas áreas do mercado que compram PEAD reciclável são da construção civil, química, para armazenamento de produtos, entre outros;


3. PVC (Policloreto de Vinila): derivado do petróleo, é utilizado para fabricação de tubos e encanamentos na construção civil, calçados, encapamento de cabos elétricos, lonas, entre outros;


4. PEBD (Polietileno de Baixa Densidade): utilizados em embalagens de alimentos, sacolas de supermercado, embalagens de alimentos frios e sacos de lixo, apresentando um aspecto flexível, leve, transparente e impermeável. Pode ser produzido a partir do petróleo ou de fontes vegetais como cana-de-açúcar, milho e beterraba, e desses últimos, o PEBD é chamado de PEBD verde, por vir de fontes renováveis de produção;


5. PP (Polipropileno): encontrados em embalagens de massas alimentícias e biscoitos, potes de margarina, seringas descartáveis, equipamentos médico-cirúrgicos, fibras e fios têxteis, utilidades domésticas, autopeças, etc., o PP é derivado do gás propeno e possui características de ser inquebrável transparente, brilhante, rígido e resiste e mudanças de temperaturas bruscas, além de ser inerte, conservando os alimentos ou outros produtos quando utilizado como embalagem;


6. PS (Poliestireno): utilizados na fabricação de copos descartáveis, placas isolantes, aparelhos de som e de TV, embalagens alimentícias, revestimento de geladeiras, material escolar, etc., o PS possui características como leveza, capacidade de isolamento térmico, flexível e moldável com a ação do calor;


7. OUTROS: materiais como resinas plásticas, polímeros de engenharia, materiais poliméricos de uso na eletrônica, com aspectos específicas e processos de produção característicos e voltados para a aplicação de cada material.



Reciclagem dos termoplásticos


Os termoplásticos por terem alta volatilidade, podem ter diversas fases de reciclagem. No Brasil, materiais termoplásticos como o PET tem por volta de 53% das embalagens sendo recicladas. Ao ser reciclado o PET pode ser utilizado em diversos ramos da indústria como a automobilística, embalagens, eletrônica, têxtil, química e diversas outras, ou seja, os materiais termoplásticos possuem grande possibilidade de processos de reciclagem.

Fonte: https://www.reciclasampa.com.br/



Reutilização dos termoplásticos


Além da reciclagem uma alternativa sustentável seria a reutilização dos termoplásticos de modo a dar outras utilidades, pois nem todos os termoplásticos são reciclados. Trabalhos voltados ao artesanato são ótimas maneiras de retornar os termoplásticos no nosso dia a dia, tornando-os em objetos de decoração ou utilidades, assim diminuindo danos ao ambiente por serem materiais de baixa decomposição.


Fonte: bibliotecavirtual.sp.gov.br



Pontos de coleta de termoplásticos na região de Itabira-MG


O Vale do Aço ainda não é uma região com crescimento na área de reciclagem de termoplásticos, mas existem associações da região que coletam esses materiais com o intuito de reciclá-los:


AmaVale - Associação dos Catadores de Material Reciclável do Vale do Aço: é uma cooperativa que se localiza no bairro Veneza II em Ipatinga, e trabalha com reciclagem de materiais do tipo óleo, vidro, papel, metal e plástico. Alguns materiais que eles coletam são: tambores, PET, papel, eletroeletrônicos, baterias, PEAD, PP, PVC, PEBD, PET incolor, PET verde, papelão, latão, inox, cobre, bronze, alumínio, aço, ferro e PS. Para mais informações e número de contato, clica aqui.

Fonte: Dayee (Unsplash).


A Ascata - Associação de Materiais Recicláveis da Carlos Chagas: também é uma cooperativa localizada no bairro Cruzeiro na cidade de Carlos Chagas, próximo a Nanuque, Minas Gerais, que faz a coleta e reciclagem de vários tipos de materiais como plástico, metal, vidro, papel, bateria e longa vida (embalagem de leite de caixinha e creme de leite, ou embalagem cartonada). A gama de materiais que eles coletam é variada, citando alguns como plásticos PS, PC, ABS, nylon, ferro, aço, alumínio, bronze, cobre, inox, latão, níquel, papelão, papel misto, papel jornal, longa vida, PET verde, PET incolor, PEAD, PEBD, PVC, PP, vidro e bateria de chumbo ácido. Para mais informações, acessem esse link.


Para saber sobre pontos de coleta em outras regiões do país, o site "Recicloteca" divulga várias cooperativas e empresas de reciclagem pelo Brasil para aproximar as pessoas desses locais e alimentar essa rede de sustentabilidade pelo país. Para acessar a lista do site, clique no aqui.


Produz ou trabalha com Termoplásticos? Comente com a gente, temos especialistas para otimizar seu processo e valorizar seu resíduo.



Gostou?

Comente uma sugestão do que gostariam de ver na próxima semana.

Compartilha com os amigos e familiares e Siga nosso Blog para descobrir mais sobre materiais e engenharia.



#EngenhariadeMateriais #Reciclagem #Reutilização #Plásticos




Referências

Mais Polímeros

Unicamp

Biblioteca Virtual SP.